Notícias da TV, Novelas, Segunda Tela e muito mais!

“Me sinto em casa”, diz Igor Rickli ao falar sobre a Record TV em entrevista à revista internacional

Ator estrela a capa do mês da revista Share Magazine, veiculada na Europa e nos Estados Unidos

Vivendo seu primeiro protagonista na Record TV, Igor Rickli foi convidado para estrelar a capa da revista Share Magazine, que faz parte da Record Internacional.

Na entrevista o ator falou sobre o seu personagem na novela “Apocalipse” e também relembrou as duas novelas que já fez desde que assinou contrato com a Record TV em 2016.

“Estou gravando todos os dias, Mas não tenho problema com isso, porque adoro trabalhar. Quanto mais trabalho, melhor. ‘Apocalipse’ está a todo o vapor. É uma novela contemporânea, diferente do que estou acostumado a fazer. Estou na minha terceira novela consecutiva na Record TV e já me sinto em casa, completamente confortável. Conheço toda a gente, então, é um clima muito bom.” Disse o ator, quando questionado sobre a rotina de gravações.

Igor Rickli (Foto: Gustavo Arrais/Share Magazine)

Igor também revelou que estava pronto para fazer um musical, mas não resistiu ao convite de protagonizar ‘Apocalipse’.

“Ia fazer um musical, mas apresentaram-me esta proposta. Gosto muito de televisão e estou a me firmar agora. Então, profissionalmente, este projeto era mais interessante”. disse Igor.

Sobre a mudança de emissora, quando trocou a Globo pela Record TV, o ator não viu problema e explicou que o mercado mudou:

“É difícil existir um ator de uma ‘casa’ específica e isto é algo novo. Estamos descobrindo esta nova postura. Eu comecei a sentir isso logo desde o princípio, então entendi a transição com naturalidade”.

Aos risos ele falou com carinho dos vilões que fez em “A Terra Prometida”, se referindo ao personagem como “meu Marek” e também sobre o Zac de “O Rico e Lázaro”: “Zac era para ser um vilão odiado, mas eu gosto de defender que só, porque uma pessoa é do mal não quer dizer que ela não tenha coisas boas, ou bons sentimentos”. completou ele.

Ator comentou sobre os vilões que já interpretou (Foto: Gustavo Arraes/ Share Magazine)

Na entrevista o ator ainda brincou com a facilidade que tem de interpretar vilões: “Eu tenho uma fisionomia que remete à vilania. Por causa das sobrancelhas e do olhar assim forte. [risos] Acho que isso chama a atenção das pessoas para a maldade, só a minha cara mesmo. [risos] Toda a gente diz: ‘Tu não tens cara de bonzinho’. E eu respondo: ‘Mas eu sou ótimo, pessoal!’ [risos]

No fim, Igor Rickli ainda se declarou para o seu filho Antônio e a esposa, Aline Whirley, cantora do grupo Rouge: “O Antônio é uma cópia de nós dois. Foi um dos maiores presentes que a vida me deu”. Concluiu o ator.

Quer receber nossas atualizações em seu dispositivo? Inscreva-se agora.

Comentários
Comentários Carregando

Send this to a friend