Mais informação para você!

Maurício Destri mostra como se preparou para viver Leon em ‘Os Dias eram Assim’

Dosando leveza, intensidade e sutileza em movimentos, o ator Maurício Destri, aos poucos, enxergou no espelho os contornos de um jovem artista da década de 1970 nascer. Curioso para conhecer o universo de Leon? Maurício convida o público a participar de uma de suas aulas.

“O Leon é um personagem transgressor, de espírito livre, que assume verdadeiramente a sua liberdade, com consciência e com verdade. É um artista, um cara feliz, educado, respeitoso, que tem bastante amigos e que ama a arte e os livros. Ele sai de São Paulo e vem morar no Rio de Janeiro para estudar arte e acaba conhecendo a Maria (Carla Salle). É ela que o apresenta a Vera (Cassia Kis) e ele começa a trabalhar na livraria Egalité. Ele é intenso, um personagem vivo, com muitas possibilidades… Tudo pode acontecer com esse cara”, conta o intérprete.

Maurício Destri faz aula de preparação corporal para viver Leon (Foto: Ariane Ducati/Gshow)

Inspirado em artistas emblemáticos, como Ney Matogrosso, Cazuza, David Bowie, Mick Jagger e no grupo teatral Dzi Croquettes, Leon usará a arte como forma de se manifestar contra o momento histórico do país, em que se passa a trama (entre os anos 70 e 80).

Ansioso para a estreia da supersérie, na próxima segunda-feira, 17/4, o ator faz questão de lembrar como esse importante desafio de sua carreira começou. “O Carlinhos [Carlos Araújo, diretor artístico de Os Dias Eram Assim e de I Love Paraisópolis] tinha me chamado para fazer essa novela e eu não sabia direito qual era o personagem. Eu queria trabalhar de novo com ele. Estava curioso para saber qual era o papel. Então, no dia que sentamos para conversar, ele me deu o DVD do Dzi Croquettes e também disse que era para eu estudar muito a vida do Ney [Matrogrosso]. E aí foi isso. Tô aqui”, recorda sorrindo.

Os Dias Eram Asssim

É escrita por Angela Chaves e Alessandra Poggi e tem direção artística de Carlos Araújo. Ambientada no Rio de Janeiro, entre as décadas de 1970 e 1980, da repressão às Diretas, a supersérie das 11 mostra a vida de pessoas comuns e seus amores afetados pelo contexto histórico do Brasil na época. E de como este momento foi capaz de interferir em vidas, sonhos e histórias de amor. A estreia é no dia 17 de abril.

Da redação – Alta Definição 

Relacionados
Comentários
Comentários Carregando

Send this to a friend