Mais informação para você!

A força feminina e o sucesso de “A Força Do Querer”

Força feminina, histórias construídas de forma primorosa, e superação após um fracasso, é assim que vejo a fórmula do estrondoso sucesso que foi A Força do Querer. Glória Perez foi feliz em abordar o poder feminino em um produto que grande parte são mulheres.

O famoso merchandising social da novela foi bem construído, Gloria não poupou esforços em mostra pra sociedade os fatos que ainda são tabu para grande parte do público, porém, a aceitação foi massiva. Claro que não podemos deixar de falar das atuações femininas dessa novela que, como disse no início, foi o carro chefe da novela, Carol Duarte, que com uma grande responsabilidade de papel, foi muito bem, não tenho nem palavras para mesurar suas cenas na pele de Ivana/Ivan.

Paola Oliveira, como Jeiza, sonho e inspiração para muitas mulheres, via minha mãe com os olhos brilhando por ver uma mulher na posição de comando. Isis Valverde, apesar da personagem um pouco apagada, em comparação as outras, veio pra mostrar que mulher também pode ter vários relacionamentos e não haver problema com isso. E a dona do momento, a Juliana Paes, considero uma grande atriz, mas essa mulher arrasou no papel de Bibi perigosa, mas claro, Gloria foi feliz construindo essa grande personagem a partir de uma história verdadeira.

Resumo da obra, tivemos um belo trabalho da dramaturgia brasileira, onde vimos várias histórias bem construídas e bem atuadas. Gloria tem um grande fardo nas costas, fazer um outro grande sucesso.

As opiniões contidas nesta coluna são de responsabilidade do autor e não corresponde, obrigatoriamente, a linha editorial do Portal Alta Definição.
  • Curta a nossa página no Facebook e siga o perfil do Portal Alta Definição no Twitter.

Relacionados
Comentários
Comentários Carregando

Send this to a friend